Notícias

Itaquá I celebra Natal com cantata

Por Assessoria de Imprensa, em 28/12/10 15:48

Adolescentes e familiares assistiram à apresentação do Coral Torre Forte e confraternizaram em almoço

Mais de 150 pessoas se emocionaram com a cantata de Natal do Coral Torre Forte. Foto: DivulgaçãoMais de 150 pessoas se emocionaram com a cantata de Natal do Coral Torre Forte, a prece ecumênica e o almoço realizados na CASA Itaquaquecetuba I na última sexta-feira (24 de dezembro), véspera do feriado cristão.

O evento reuniu pais, filhos e parentes de 52 jovens que cumprem medida socioeducativa na unidade da Fundação CASA em Itaquaquecetuba, na Região Metropolitana de São Paulo. A gestão local é compartilhada com a Fraternidade Santo Agostinho, organização da sociedade civil sediada em Mogi das Cruzes (SP).

A confraternização começou às 9h com um café da manhã recheado de panetones preparados pelos internos. Durante dois meses, 20 adolescentes, divididos em duas turmas, conheceram tanto os segredos do preparo da iguaria natalina nas oficinas de alimentação quanto aprenderam a acondicioná-la em embalagens feitas de material reciclado – técnica mostrada nas aulas de artesanato.

Após o café, todos assistiram à apresentação de 40 minutos de parte do Coral Torre Forte, vinculado à Igreja Torre Forte, de origem evangélica. Cerca de 25 membros – de 60 vozes no total – encantaram as pessoas com 14 músicas religiosas. O grupo existe há oito anos. “Foi emocionante, uma oportunidade que poucas vezes as pessoas têm acesso”, afirma a diretora da unidade, Wanda Sampaio.

A prece ecumênica, feita em seguida, ficou a cargo de um pastor da Igreja Universal do Reino de Deus e de um padre de uma das paróquias católicas da região. “Queríamos deixar a mensagem do verdadeiro valor do Natal, que é internalizar o sentimento e a convivência das religiões”, explica a diretora. “Algo muito além do consumismo.”

Ao final, todos se confraternizaram em um almoço e levaram para casa um panetone e uma guirlanda, também confeccionada pelos adolescentes. “Todos os 70 funcionários participaram ativamente da organização e deram apoio ainda maior aos jovens”, conclui Wanda.